segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Mulher denuncia morte de gato por envenenamento em Venceslau

 CIDADE 
latas estavam abertas com veneno para gato no canteiro central da avenida
(Foto: Cedida ao PORTAL BUENO)
Na manhã desta segunda-feira (20) uma cena chocou a moradora Gisele Pinheiro que reside em Presidente Venceslau. Ao abrir a porta de casa ela encontrou um gato morto, supostamente envenenado nas proximidades da avenida Tiradentes.

Ela conta que no canteiro central da avenida encontrou latas abertas com sardinha. “É triste, mas nitidamente alguém deixou as latinhas de sardinha no canteiro central envenenadas para matar os gatos, e infelizmente, deu certo. Encontrei o gato com hemorragia vítima do veneno. Ele morreu pela maldade humana”, disse Gisele.

De acordo com a moradora essa não é a primeira vez que o caso acontece. “Esses dias tinha um gato morto frente a Praça da Matriz, é um absurdo, porque nessa região tem várias pessoas com cachorros e gatos, e quem faz isso, faz na pura maldade mesmo”, afirma.

Gisele contou que os moradores estão atentos e prontos para denunciar o autor do crime. “É triste, eu tenho nojo do ser que tem coragem de fazer isso com um animal inocente.”

Crime
No Brasil matar animais é crime. Foi aprovada em 2015 e está em vigor a Lei 2833/11 que criminaliza condutas contra a vida, a saúde ou a integridade de cães e gatos.

matar cão ou gato terá pena de detenção de 1 a 3 anos. A exceção será para a eutanásia, se o animal estiver em processo de morte agônico e irreversível, contanto que seja realizada de forma controlada e assistida.

Se o crime for cometido para controle populacional ou com a finalidade de controle zoonótico, a pena será de detenção de 1 a 3 anos. Neste último caso, ela será aplicada quando não houver comprovação de enfermidade infecto-contagiosa que não responda a tratamento.

Essas penas serão aumentadas em 1/3 se o crime for cometido com emprego de veneno, fogo, asfixia, espancamento, arrastadura, tortura ou outro meio cruel.

Um comentário:

jeff Gamer lobo disse...

Boa noite e muita maldade de ser humano